Eles Vivem



Compartilhar no Facebook

EMMANUEL Psicografia: Francisco Cândido Xavier Do livro: Retornaram Contando ? Edição: IDE

Ante os que partiram, precedendo-te na Grande Mudança, não permitas que o desespero te ensombre o coração. 

Eles não morreram. Estão vivos. 

Compartilham-te as aflições, quando te lastimas sem consolo.

Inquietam-se com a tua rendição aos desafios da angústia, quando te afastas da confiança em DEUS. 

Eles sabem igualmente quanto dói a separação. 

Conhecem o pranto da despedida e te recordam as mãos trementes no adeus, conservando na acústica do Espírito as palavras que pronunciaste, quando não mais conseguiam responder às interpelações que articulaste no auge da amargura.

Não admitas estejam eles indiferentes ao teu caminho ou à tua dor. 

Eles percebem quanto te custa a readaptação ao mundo e à existência terrestre sem eles e quase sempre se transformam em cirineus de ternura incessante, amparando-te o trabalho de renovação ou enxugando-te as lágrimas quando tateias a lousa ou lhes enfeita a memória perguntando porque... Pensa neles com saudade convertida em oração.

As tuas preces de amor representam acordes de esperança e devotamento, despertando-os para visões mais altas da vida. 

Quanto puderes, realiza por eles as tarefas em que estimariam prosseguir. 

Se muitos deles são teu refúgio e inspiração nas atividades a que te prendem no mundo, para muitos outros deles és o apoio e o incentivo para a elevação que se lhes faz necessária. 

Quando te disponhas a buscar os entes queridos domiciliados no Mais Além, não te detenhas na terra que lhes resguarda as últimas relíquias da experiência no plano material... Contempla os céus em que mundos inumeráveis nos falam da união sem adeus e ouvirás a voz deles no próprio coração, a dizer-te que não caminharam na direção da noite, mas sim ao encontro de novo despertar. 

Este Site é patrocinado por:
 

"E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará ." (Jesus) Conheça mais do Espiritismo, Encontre aqui um centro espirita de sua cidade.  
Divulgação (Apoie, ajude e/ou participe com estas Instituições)
Instituições sem fins lucrativos:
        

Casas Espíritas:
 Casas André Luiz                           
O verbo perder e morrer sempre serão colocados entre aspas nas matérias, pois no espiritismo não acreditamos que ninguém perde ninguém nem que a morte exista, acreditamos em uma separação física momentânea.
2012 - www.vencendoasperdas.com.br - Ajudando a divulgar o espiritismo Kardecista. ***
* Allan Kardec, foi o codificador do espiritismo, porem o espiritismo é obra do mestre Jesus, ditado por diversos espiritos de superior hierarquia.
** Offline - Não será publicado no site, a resposta será enviada somente ao seu e-mail

TAGS


A visão espírita Kardecista ajudando os pais a superarem a perda de um filho., morte, perda,reencarnação,além, plano espiritual,desencarne,caridade, fraternidade,Deus,Jesus,Meimei, Emmanuel,Chico Xavier, espiritismo,Allan Kardec, Bezerra de Menezes,como superar a morte,como superar a perda,desencarne,desencarnou,falecida,lidando com a morte,meu avo faleceu,meu avô morreu,meu filho faleceu,meu filho morreu,meu marido faleceu,meu marido morreu,minha avó faleceu,minha avó morreu,minha esposa faleceu,minha esposa morreu,minha filha faleceu,minha filha morreu,morta,morte de ente,perda de ente,perdi meu filho,perdi meu marido,perdi minha esposa,perdi minha filha,superando a morte,superando a perda,vida apos a morte,vida no alem como aceitar a morte,como superar a morte,aceitando a morte,superando a morte,como aceitar a morte de ente querido,como superar a morte de ente querido,aceitando a ,morte de ente querido,superando a morte de ente querido,desencarnação,desencarne,desencarnado,como aceitar a morte de alguém,como superar a morte de alguém,como vencer a morte de alguém,PERDA DE UM ENTE QUERIDO,Lidando com a Morte,Lidando com a perda de um ente querido,COMO LIDAR COM A MORTE DE UM ENTE QUERIDO,ninguem esta preparado para a morte
Versão MySql HotelDaWeb